The Black Angels: Pubs e Shamans

Processo de conhecimento de uma banda sensacional nos anos 90:
1 – Durante os inúmeros programas de clipes da MTV (sim, eles passavam clipes e todos separados por gênero como Yo MTV, Fúria MTV, etc.) um show em especial sempre agradava: Lado B.
2 – Lado B era apresentado pelo saudoso “Reverendo” Fábio Massari todo sábado às 23 horas. Neste programa, Massari apresentava artistas excelentes no qual você nunca havia ouvido falar.
3 – Após alguns desses artistas chamarem sua atenção, o melhor a fazer era procurar uma importadora de CDs ou pedir para algum amigo seu fora do país mandar ou trazer o CD. Nada de Napster, Pirate Bay ou Kick Ass Torrents.

Processo ATUAL de conhecimento de uma banda sensacional:
1 – Ao chegar em casa após um dia cansativo de mudança de apartamento, sento na frente do computador.
2 – Começo a preparar uma resenha para o Pipoca & Nanquim e, no YouTube, deixo rolar uns videos do White Denim enquanto escrevo.
3 – Depois de um tempo, dou uma parada no texto e vou conferir os videos relacionados. A série Sons Of Anarchy está em destaque (Hell’s Angels que traficam armas e drogas). A trilha sonora da série é decente mas ridiculamente mergulhada em testosterona.
4 – Relacionado aos videos do Sons of Anarchy, que já estavam relacionados com os videos do White Denim, vi uma banda com um nome ridiculamente clichê: Clico em The Black Angels, especificamente na música “Young Men Dead“.
5 – Meu cérebro explodiu em lisergia.

Da esquerda para a direita: ....bah...isso nem importa.

 O som neo-psicodélico do Black Angels vem do Texas (EUA). Para minha surpresa, o nome da banda vem da esquizofrênica “Black Angel’s Death Song” do Velvet Underground. The Black Angels conseguiu criar um universo sonoro hipnótico e ao mesmo tempo utilizar riffs pegajosos o suficiente para que algumas rádios mais destemidas se atrevam a passar uma de suas músicas de 7 ou 18 minutos. Quando digo pegajoso, leia-se “riffs pop como The Doors e Love faziam”. Impossível não comparar com The Doors, mesmo que infinitamente menos virtuoso.

 

Em especial o disco de estréia “Passover” foi o que mais me deixou boquiaberto: guitarras explodindo em reverbs, vocais proferidos como um instrumento, letras shamanisticas e tudo carregado por percursão simplisticamente tribal. Todos esses elementos se juntam para formar um nível de inconsciência insistente que lembra uma locomotiva sem freio e sem começo ou fim. Ou algo menos filosófico e ambicioso, como um pub escuro, sujo e fedendo a urina. E é aí que está o “gênio” da banda: misturar o ambicioso com o realista e descompromissado.

 

The Black Angels é a banda mais stoner rock que você nunca ouviu falar. São três álbuns (Passover, Directions to see a Ghost e Phosphene Dream) que honestamente não sei dizer qual é o melhor. São tão consistentes que poderiam fácil se passar pelo mesmo álbum. Apesar da procura de uma banda hoje em dia ser algo fácil e raramente compensador, The Black Angels é uma daquelas coisas raras que vem para ficar na sua coleção. Recomendado para: cervejeiros, motoqueiros, filósofos, maconheiros, lisérgicos, caminhoneiros, historiadores, blueseiros, etc.

Anúncios
Esse post foi publicado em Música, Music. Bookmark o link permanente.

2 respostas para The Black Angels: Pubs e Shamans

  1. Marcia Cogitare disse:

    Cara como tu consegue achar essas relíquias?. Por isso que adoro este blog tu entende do que é bom pra tocar no seu Ipod.

    Hug e esperamos novos achados

    • chacel disse:

      Marcia!
      Valeu pelo comentário 🙂 Essa banda em particular foi um achado mesmo, boa demais pra ficar esquecida pelos becos da inernet.

      Abraço!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s